Relative Clauses: o que é e como usar

  Hoje nós vamos tratar de um assunto bastante interessante e algo muito utilizado em inglês: as Relative Clauses. Em língua portuguesa, elas seriam o...

152 0
152 0
relative clauses
Acesse e faça o cadastro

 

Hoje nós vamos tratar de um assunto bastante interessante e algo muito utilizado em inglês: as Relative Clauses.

Em língua portuguesa, elas seriam o equivalente à “orações relativas/adjetivas”, e têm a mesma função de um adjetivo, ou seja, a de complementar um substantivo ou um pronome da oração principal.

Para deixar esta explicação um pouco mais clara e simples, podemos dizer que nós utilizamos as “relative clauses” para juntar duas frases ou fornecer informações adicionais sobre algo sem a necessidade iniciar outra frase. Ao combinar frases com uma cláusula relativa, seu texto ou discurso fica mais fluido e você pode evitar a repetição de certas palavras. Bacan, né?

Veja alguns exemplo práticos:

  • I bought a new cellphone. The cellphone was very expensive. (repetição do termo “cellphone”)

      (Eu comprei um novo celular. O celular foi muito caro.)

→ I bought a new cellphone that was very expensive.  

      (Eu comprei um novo celular que foi muito caro.)

  • She works at Google. Google is a nice company.  (repetição do termo “Google”)

      (Ela trabalha no Google. Google é uma empresa bacana.)

→ She works at Google, which is a nice company.

      (Ela trabalha no Google, que é uma empresa bacana.)

  • She loves Kevin. Kevin is a lawyer.  (repetição do termo “Kevin”)

      (Ela ama Kevin. Kevin é advogado.)

→ She loves Kevin, who is a lawyer.

      (Ela ama Kevin, que é advogado.)

Observe que, ao utilizar a “relative clause” (frases iniciadas por that, which e who nos exemplos acima), nós eliminamos a repetição das palavras destacadas e deixamos a sentença muito mais objetiva e interessante.

É possível afirmarmos também que as “relative clauses” são sentenças iniciados por um “relative pronoun” (who, whom, that, which, whose, where, when). Veja alguns exemplos:

  • She is the woman who works with my cousin in the bank.

      (Ela é a mulher a qual trabalha com meu primo no banco.)

  • Can I eat a piece of the cake that you baked this morning?

      (Posso comer um pedaço daquele bolo que você assou esta manhã?)

  • A smartphone is a mobile device which has many different functions.

      (Um smartphone é uma aparelho o qual possui muitas funções diferentes.)

  • I won’t eat in a restaurant whose owner is you.

      (Eu não vou comer em um restaurante cujo dono é você.)

  • I want to live in a place where there is little noise at night.

      (Eu quero morar em um lugar onde haja pouco barulho à noite.)

  • Today is day when I finally get married to the man I love.

      (Hoje é o dia em que eu finalmente me casarei com o homem que eu amo.)

E já que mencionamos os “relative pronouns”, vamos dar uma olhada na função de cada um deles? Assim você saberá exatamente qual escolher para criar a sua “relative clause”.

 

WHO & WHOM

Utilizamos “who” e “whom” quando nos referimos a pessoas:

  • The woman who lives here is my mother.

      (A mulher a qual mora aqui é minha mãe.)

  • That man is the one who helped me.

      (Aquele homem é o qual me ajudou.)

  • The girl to whom you gave the flower is my sister.

      (A garota para a qual você deu a flor é minha irmã.)

  • The teacher to whom you were talking is very beautiful.

      (A professora com a qual você estava falando é muito bonita.)

 

WHICH

Utilizamos “which” quando nos referimos a objetos ou animais:

  • The cat, which is eating, is very cute.

      (O gato, o qual está comendo, é muito bonitinho.)

  • That car, which is parked across the street, is not mine.

      (Aquele carro, o qual está estacionado do outro lado da rua, não é meu.)

  • The book, which I bought last week, is really good.

      (O livro, o qual eu comprei semana passada, é muito bom.)

  • The giraffe, which neck is long, is adorable.

      (A girafa, cujo pescoço é longo, é adorável.)

 

THAT

Utilizamos “that” quando nos referimos a pessoas, objetos ou animais:

  • The woman that lives here is my mother.

      (A mulher que mora aqui é minha mãe.)

  • That man is the one that helped me.

      (Aquele homem é o que me ajudou.)

  • The book that I bought last week, is really good.

      (O livro, que eu comprei semana passada, é muito bom.)

  • The giraffe that has the longest neck is adorable.

      (A girafa, que tem o  pescoço mais longo é adorável.)

 

WHOSE

Utilizamos “whose” quando nos referimos à posse:

  • The bag, whose owner is unknown, is still here.

      (A bolsa, cujo dono é desconhecido, ainda está aqui.)

  • The man, whose wife has Alzheimer’s, is really kind.

      (O homem, cuja esposa tem Alzheimer, é muito gentil.)

  • My husband is the one whose shirt is black.

      (Meu marido é aquele cuja camisa é preta.)

  • The giraffe, whose neck is long, is adorable.

      (A girafa, cujo pescoço é longo, é adorável.)

 

WHERE

Utilizamos “where” quando nos referimos a lugar:

  • The house where I live is comfortable.

      (A casa onde eu moro é confortável.)

  • The company where she works is terrible.

      (A empresa onde ela trabalha é terrível.)

  • I am going to a place where I can have some peace.

      (Eu vou para um lugar onde eu possa ter paz.)

  • That is the building where the fire happened.

      (Aquele  é o prédio onde o incêndio aconteceu.)

 

WHEN

Utilizamos “when” quando nos referimos a quando/tempo:

  • Tomorrow is when my vacation starts.

       (Amanhã é quando minhas férias começam.)

  • That was the day when I met her.

      (Aquele foi o dia em que eu a encontrei.)

  • This is the moment when I don’t know what to say.

      (Este é o momento em que eu não sei o que dizer.)

  • November is the month when I graduate.

      (Novembro é o mês em que eu me formo.)

 

Hoje nós vimos o que é uma “relative clause” e quais  “relative pronouns” podemos utilizar para criá-las.

Não se esqueça de que, a fim de tirar maior vantagem do que foi aprendido, é também muito importante que haja constante prática do idioma. Portanto, procure ler, fazer exercícios, ouvir músicas e assistir filmes em inglês sempre que possível. Além disso, a prática de conversação também é fundamental. Bons estudos!

 

Faça o teste de idioma online
In this article

Join the Conversation