Quantas das 7 Inteligência propostas por Gardner você possui

  Se você é aluno da Seven Idiomas, já deve saber sobre a nossa metodologia que tem como base as 7 inteligências propostas por Howard Gardner!...

551 0
551 0
Teste de idiomas
Faça 2 Semanas de Aulas Grátis na Seven Idiomas

 

Se você é aluno da Seven Idiomas, já deve saber sobre a nossa metodologia que tem como base as 7 inteligências propostas por Howard Gardner! E você sabe identificar qual ou quais dessas inteligências você possui?

Não? Pode ficar tranquilo, pois neste artigo, vamos falar sobre cada uma delas e ajudá-lo a identificar. Identificando as suas inteligências, com certeza será mais fácil para aproveitar as suas aulas aqui na Seven.

Caso você ainda não seja um aluno da Seven, nos acompanhe nesse artigo para conhecer melhor a escola e saber sobre a nossa metodologia, vamos lá?

Howard Gardner


Antes de começar a falar sobre as 7 inteligências, vamos falar um pouco sobre o dono da teoria!

Gardner, um cientista norte-americano formado em psicologia e neurologia por Harvard causou forte impacto na área educacional em 1980 com a sua teoria das inteligências múltiplas.

O cientista mostrou interesse em estudar sobre aprendizado na pós-graduação, pois acreditava que os processos de aprendizado iam além das habilidades linguística e lógico-matemática.

Antes disso, o padrão de inteligência mais aceito eram os testes de QI (quociente de inteligência), criados nos primeiros anos do século 20 pelo psicólogo francês Alfred Binet a pedido do ministro da Educação do seu país.

O QI media, basicamente, a capacidade de dominar o raciocínio que hoje se conhece como lógico-matemático, mas durante muito tempo foi tomado como padrão para aferir se as crianças correspondiam ao desempenho escolar esperado para a idade delas.

Para desenvolver sua teoria, Gardner se baseou no cientista Robert Sternberg, que estudou as variações dos conceitos de inteligência em diferentes culturas e dessa forma, Howard Gardner chegou a conclusão de que possuímos 7 inteligências.

Howard Gardner acredita que devemos individualizar a educação. Sendo assim, ao invés de ensinar a mesma coisa, da mesma forma para todos, devemos aprender sobre cada aluno e tentar ensinar o aluno de formas que façam sentido da forma como ele pensa.

Veja o vídeo do canal Fronteiras do Pensamento em que o cientista fala sobre sua teoria:

As inteligências Múltiplas de Howard Gardner


Inteligência linguística

A pessoa que possui essa inteligência, tem sensibilidade para os sons, ritmos e significado das palavras, além de uma especial percepção das diferentes funções da linguagem.

É a habilidade para usar a linguagem para convencer, agradar, estimular ou transmitir idéias. Gardner indica que é a habilidade exibida na sua maior intensidade pelos poetas.

Inteligência musical

Esta inteligência se manifesta através de uma habilidade para apreciar, compor ou reproduzir uma peça musical. Inclui discriminação de sons, habilidade para perceber temas musicais, sensibilidade para ritmos, texturas e timbre, e habilidade para produzir e/ou reproduzir música.

Inteligência lógico-matemática

Faça seu teste online

Os componentes centrais desta inteligência são descritos por Gardner como uma sensibilidade para padrões, ordem e sistematização.

É a habilidade para explorar relações, categorias e padrões, através da manipulação de objetos ou símbolos, e para experimentar de forma controlada; é a habilidade para lidar com séries de raciocínios, para reconhecer problemas e resolvê-los.

Inteligência espacial

Gardner descreve a inteligência espacial como a capacidade para perceber o mundo visual e espacial de forma precisa.

É a habilidade para manipular formas ou objetos mentalmente e, a partir das percepções iniciais, criar tensão, equilíbrio e composição, numa representação visual ou espacial. É a inteligência dos artistas plásticos, dos engenheiros e dos arquitetos.

Inteligência cinestésica

Esta inteligência se refere à habilidade para resolver problemas ou criar produtos através do uso de parte ou de todo o corpo.

É a habilidade para usar a coordenação grossa ou fina em esportes, artes cênicas ou plásticas no controle dos movimentos do corpo e na manipulação de objetos com destreza.

Inteligência interpessoal

Esta inteligência pode ser descrita como uma habilidade pare entender e responder adequadamente a humores, temperamentos motivações e desejos de outras pessoas.

Ela é melhor apreciada na observação de psicoterapeutas, professores, políticos e vendedores bem sucedidos.

Na sua forma mais primitiva, a inteligência interpessoal se manifesta em crianças pequenas como a habilidade para distinguir pessoas, e na sua forma mais avançada, como a habilidade para perceber intenções e desejos de outras pessoas e para reagir apropriadamente a partir dessa percepção.

Inteligência intrapessoal

Esta inteligência é o correlativo interno da inteligência interpessoal, isto é, a habilidade para ter acesso aos próprios sentimentos, sonhos e idéias, para discriminá-los e lançar mão deles na solução de problemas pessoais.

É o reconhecimento de habilidades, necessidades, desejos e inteligências próprios, a capacidade para formular uma imagem precisa de si próprio e a habilidade para usar essa imagem para funcionar de forma efetiva.

Como esta inteligência é a mais pessoal de todas, ela só é observável através dos sistemas simbólicos das outras inteligências, ou seja, através de manifestações linguísticas, musicais ou cinestésicas.

Agora que você já leu sobre a teoria e identificou as suas inteligências, que tal utilizá-las para aprender um novo idioma?

sete_inteligencias

 

 

Faça seu teste idioma online
In this article

Join the Conversation